Facebook do XerebeleTwitter do XerebelePinterest da XerebeleInstagram da Xerebele
Bem Vindo João Pedro e Vinícius Nicole Pietra João Lucas Ana Júlia Paulo Marcelo e Paulo Arthur
Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3

Novidades

Dicas divertidas para as crianças comerem bem

Dicas divertidas para as crianças comerem bem

Esqueça, por um instante, os manuais de nutrição. Eles são importantes, claro. Mas, às vezes, conselhos simples como os que o ensaísta norte-americano Michael Pollan dá em seu novo livro “Food Rules: An Eater’s Manual”, que literalmente significa Regras da Comida, mas o trocadilho pode ser traduzido como “Comer é Bom Demais: Manual do Comedor, servem para lembrar o quanto é fácil se alimentar direito.

Para chegar a essa conclusão, o autor, entrevistou nutricionistas, antropólogos, especialistas em folclore, médicos, enfermeiras e também mães e avós. O resultado é uma lista bem-humorada, fácil de seguir e de se identificar. A seguir, um petisco.

Coma quando está com fome e não quando está chateado
A maioria das vezes comemos por outros motivos, como tédio, diversão ou recompensa. O que, obviamente, pode levar a exageros.

Fique longe dos cereais matinais que mudam a cor do seu leite
A razão é simples: são repletos de carboidratos refinados e outras substâncias químicas, como corantes, por exemplo.

Evite alimentos que a sua avó não reconheceria
A maioria dos alimentos industrializados, que não existiam anos atrás, é repleta de aditivos que nos induzem a comer mais sal, açúcar e gordura do que precisamos.

Faça um prato colorido
As cores dos alimentos estão relacionadas com os nutrientes que eles contêm. Cada um deles, por sua vez, protege o organismo contra algo diferente. Por isso, quanto mais variadas, melhor.

O alimento tem muitos ingredientes no rótulo? Deixe na gôndola
Pelo simples motivo de que ele é industrializado demais. O mesmo não vale para a sua receita preferida, claro.

Coma alimentos pré-digeridos
Aqueles que já tiveram contato com fungos e bactérias, como iogurtes e molho de soja, por exemplo.

Prefira as comidas que um dia vão apodrecer
Isso porque quanto mais processado o alimento, mais longa é a data de validade e menos nutrientes ele contém.

Se o nome é o mesmo em diversas línguas, não é comida de verdade
Como exemplos, o autor cita Big Mac e Pringles.

Coma apenas alimentos preparados por humanos
Alimentos produzidos em escala industrial, em geral, têm sal, gordura e açúcar demais. Isso sem falar nos conservantes e outros aditivos.

Deixe as regras de lado vez ou outra
Ficar obcecado com tudo o que a sua família come, para o autor, deixa a todos menos felizes. O que, por consequência, faz mal à saúde.

Revista Crescer

Outras Novidades

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades.

www.xerebele.com.br

Av. Washington Soares, 4040
Loja 18 - Shopping Molina
(85) 3022.0602

Mauna Comunicação Interativa