Facebook do XerebeleTwitter do XerebelePinterest da XerebeleInstagram da Xerebele
Bem Vindo João Pedro e Vinícius Nicole Pietra João Lucas Ana Júlia Paulo Marcelo e Paulo Arthur
Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3

Novidades

Gatos, bebês e grávidas

Gatos, bebês e grávidas

Existe um mito de que qualquer gato pode transmitir a toxoplasmose que causa abortos e deficiências no cérebro e na visão.

Esse protozoário não é transmitido apenas pelos gatos, e não são todos os gatos que o possuem.

Portanto, você não tem que se desfazer do seu gato caso esteja grávida, mas é importante atualizar os exames do felino para que caso ele contraia o protozoário, seja tratado imediatamente.

Gatos que não têm contato com outros e que têm uma alimentação a base de ração, dificilmente irão adquirir toxoplasma gondii. Consequentemente, não representarão riscos para a gestante.

As grávidas devem evitar limpar a caixa de areia do gato ou podem usar luvas. Após a limpeza, elas devem lavar as mãos para evitar que ao preparar alguns alimentos, eles sejam contaminados. A contaminação acontece através de consumo de alimentos crus ou alimentos que tiveram contato com as fezes do animal.

Mulheres que já tiveram a toxoplasmose já são imunes à doença, que geralmente não possuem sintomas, mas às vezes surgem gânglios inchados no pescoço, dores de cabeça, dores musculares, fadiga e sensação de gripe que desaparecem em até três semanas.

Quando a mãe é infectada durante a gravidez, ela pode transmitir a doença ao feto através do sangue e da placenta. O tratamento é feito através de antibióticos que pode ser realizado durante a gravidez.

Quando o bebê chegar, passeie com ele próximo do gato e delimite o espaço do quarto da criança para que o felino não tenha acesso.

Mantenha um espaço grande e limpo para o gato, pois ele não vai gostar de se sentir reprimido. Mantenha esse espaço pelos três primeiros meses. Fazendo isso, a criança recém-nascida não terá prováveis alergias, pois seu sistema imunológico ainda está em formação.

Principais cuidados com o seu gato:

- Não o alimente com carne crua ou mal passada;
- Limpe a caixa sanitária 2x ao dia;
- Desinfete a caixa sanitária e a pá com água fervendo por 5 minutos diariamente (se o gatinho estiver doente);
- Evite que seu gatinho tenha acesso à rua (assim evita que ele cace ratinhos, baratas, lagartixas ou então que ele coma alimentos duvidosos);
- Mantenha seu gatinho vacinado e vermifugado;
- Leve seu gatinho frequentemente ao veterinário.

Cuidados gerais:

- Lave as mãos antes de comer ou beber;
- Lave as mãos após a manipulação de carne e alimentos;
- Não tome leite sem antes fervê-lo;
- Não tome água de origem desconhecida;
- Não coma carne crua ou mal passada e nem verdura, legumes e frutas mal lavados;
- Não coma embutidos não fiscalizados, de procedência duvidosa;
- Use luvas ao limpar a caixa sanitária de gatos e/ou quando for mexer com jardinagem;
- Se você for vegetariano, já não precisa se preocupar com carnes cruas ou mal passadas, mas tenha muita atenção nas frutas, legumes e verduras bem lavadas.

Com esses cuidados básicos, as grávidas poderão ter uma gravidez tranquila e longe da toxoplasmose.

Com informações do site Caras On Line e Pea.org

Outras Novidades

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades.

www.xerebele.com.br

Av. Washington Soares, 4040
Loja 18 - Shopping Molina
(85) 3022.0602

Mauna Comunicação Interativa