Facebook do XerebeleTwitter do XerebelePinterest da XerebeleInstagram da Xerebele
Bem Vindo João Pedro e Vinícius Nicole Pietra João Lucas Ana Júlia Paulo Marcelo e Paulo Arthur
Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3

Novidades

Chocolate para crianças

Chocolate para crianças

A Páscoa chegou e, para muitas crianças, esse é o momento tão esperado de abrir os ovos e comer muito chocolate. Para outras, é a hora de provar a delícia pela primeira vez. Seja pelo exagero ou pela descoberta de uma alergia ou intolerância ao alimento, os consultórios pediátricos sempre recebem crianças nessa época. Por isso, é preciso ter muito cuidado na hora de dar chocolate ao seu filho.

Não dá para negar que é lindo ver um bebê de 8 a 10 meses dando um sorriso com o rostinho lambuzado de chocolate. Mas essa ainda não é a idade certa para dar o doce aos pequenos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda o consumo de nenhum tipo de doce nos primeiros doze meses de vida.

A pediatra Adriana Tonelle sugere que essa recomendação seja prolongada, e os pais tentem controlar a ingestão de doces pelos pequenos até os 2 anos, devido à grande quantidade de açúcar. “Uma criança que come muito chocolate pode desenvolver diabete precoce e obesidade” explica.

A partir dessa idade, o doce pode começar a ser inserido na alimentação. A principal recomendação é de oferecer pouco chocolate para os pequenos e sempre observar se eles vão ter alguma reação ao alimento.

Os principais sintomas de alergia são inchaço na boca e nos olhos e coceira na pele. Já a intolerância pode se manifestar com dores de barriga, vômitos e diarreias, que podem evoluir até para um desidratação.

A dona de casa Rosângela Paula Faria, mãe da pequena Sofia, de 2 anos e 8 meses, conta que é sempre difícil fazer com que a filha coma pouco chocolate.

“Quando eu mostro a caixa de bombom, o olhinho dela chega a brilhar. Eu tenho que esconder, porque, se deixar, ela come tudo até acabar”, conta Rosângela. Nesta Páscoa, Sofia vai ganhar coelhinhos de chocolate, para comer aos poucos, sem exagero.

Dentes

O cuidado com o consumo dos ovos de Páscoa não vale só para prevenir alergias, mas também para cuidar dos dentes. “Quanto maior o número de vezes que se come chocolate durante o dia, maior o tempo de contato do açúcar com os dentes e maior a chance de se formar a cárie” esclarece especialista em odontopediatria, Juliana Frigo.

Por isso, é melhor transformar o ovo de Páscoa em uma sobremesa, consumi-lo de uma vez só após as refeições e, em seguida, escovar os dentes, do que comer várias vezes, durante todo o dia.
O que diz a lei
1 bombom pequeno - Essa é a quantidade de chocolate recomendada para crianças de 1 a 5 anos

A idade ideal para liberar o doce
ATÉ 1 ANO
O ideal é não oferecer chocolates para crianças nessa idade

DE 1 A 5 ANOS
Um bombom pequeno, duas vezes por semana, é uma quantidade adequada de chocolate para oferecer aos pequenos até os 5 anos

6 A 9 ANOS
Para essa faixa etária, dois bombons pequenos são suficientes. Um pedacinho de barra de chocolate, com 20g também faz o papel, duas vezes por semana

10 ANOS OU MAIS
Os adolescentes podem comer dois bombons médios, ou até uma fatia de 30g. E nada de abusar. O ideal é consumir essa quantidade no máximo três vezes por semana

ADULTOS
A medida para os adultos é a mesma dos adolescentes: 1 fatia de 30g de chocolate ou dois bombons médios, no máximo 3 vezes por semana. Se você optar pelo amargo, pode comer todos os dias, desde que a porção seja bem pequenininha

CRIANÇAS OBESAS
Para elas, um bombonzinho por semana já é suficiente. Exageros podem piorar o quadro de obesidade

ADULTOS COM CONTROLE DE PESO
Para quem quer emagrecer, a frequência de consumo deve ser reduzida para, no máximo, duas vezes por semana

Com informações do site Gazeta Online

Outras Novidades

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades.

www.xerebele.com.br

Av. Washington Soares, 4040
Loja 18 - Shopping Molina
(85) 3022.0602

Mauna Comunicação Interativa