Facebook do XerebeleTwitter do XerebelePinterest da XerebeleInstagram da Xerebele
Bem Vindo João Pedro e Vinícius Nicole Pietra João Lucas Ana Júlia Paulo Marcelo e Paulo Arthur
Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3 Nicole3

Novidades

9 motivos para você manter a rotina na sua casa

9 motivos para você manter a rotina na sua casa

Todo dia você faz tudo sempre igual, acorda seus filhos a mesma hora da manhã e parte para os montes de tarefas que dominam suas 24 horas. Ter uma rotina é uma das coisas que ajudam você a não enlouquecer e a seguir as dicas desta reportagem, mas para o seu filho isso é ainda mais significativo. Ela ajuda no seu desenvolvimento, mental e físico, além de ser útil para uma vida mais equilibrada. Agora e quando se tornar adulto.
O importante é não ter medo do que a palavra significa. “As pessoas confundem rotina com tédio, algo chato e sem prazer. Do mesmo modo que se associa disciplina à rigidez, quando, na verdade, as duas coisas – rotina e disciplina – devem ser encaradas como uma moldura que dá forma ao nosso cotidiano”, avalia a psicóloga Blenda Oliveira, da Casa Movimento (SP).

Só é preciso dosar a mão: pouca flexibilidade no dia a dia pode ser tão ruim quanto a falta de rotina. Para achar a sua medida, tenha sempre em mente que são os adultos que devem se adaptar às necessidades (e não vontades!) da criança, e não o contrário. E para não se assustar com a questão do quanto parece sem graça ter uma rotina, lembre-se de que você tem filhos. Isso significa que, a cada fase de seu desenvolvimento, a rotina dele, a sua e a de toda casa vai mudar. Não tem como ficar monótono. É assim que ocorre com Yara Figueiredo, que aparece com sua família nas fotos destas e das páginas anteriores e é superorganizada com horários e tarefas – sem deixar chata a vida de ninguém na casa.
Se você ainda não se convenceu ou precisa de um empurrão a mais para transformar 2011 no ano em que sua vida caiu na (boa) rotina, leia ao lado:

1- Ter horários é importante desde o nascimento do bebê. Quando você espera ele acordar sozinho de noite, mas interrompe as sonecas do dia, ele aprende que deve dormir mais quando está escuro e comer e brincar quando está claro. Após os seis meses, regras para dormir, comer e brincar ajudam o corpo a regular o ciclo circadiano, que corresponde ao que ocorre no corpo humano no período de 24 horas, como a produção de hormônios. Um dos mais conhecidos e importantes para seu filho é o do crescimento, produzido durante a noite, na fase do sono profundo. “Crianças que não dormem bem, problema muito ligado à falta de uma rotina para entrar em relaxamento antes de ir para a cama, não têm boas condições para crescer”, explica Nilton Kiesel Filho, pediatra do Hospital Pequeno Príncipe (PR).

2- Diabetes, hipertensão, infarto e obesidade. Todos problemas que podem começar na infância. Se a criança não tem hora certa para comer, ingere muitos alimentos industrializadas e guloseimas e amplia os riscos de desenvolver essas doenças. Ainda na infância, ela pode sentir dificuldade para ir ao banheiro se nunca souber o horário em que irá comer ou o que fará na hora seguinte. O organismo também precisa de tranquilidade para funcionar bem.

3- As crianças precisam de segurança e a rotina traz isso. Desde o bebê que conhece um mundo novo e fica mais tranquilo quando começa a aprender o que vai acontecer até os mais velhos, que não sentem medo por saberem que serão buscados na escola todos os dias.

4- Quando existe um ritmo esperado para as atividades do dia, fica mais fácil notar algo estranho. Se seu filho costuma comer bem no café da manhã ou tem um pique incrível para brincar no fim da tarde e não agir assim, você desconfiará que algo não vai bem. Aí poderá ligar logo para o pediatra ou conversar para ver se ele está chateado com alguma coisa.

5- Aprender fica mais fácil. A repetição de eventos e tarefas cria no cérebro as conexões mentais necessárias para memorização e retenção do conhecimento. Além disso, uma pesquisa norte-americana feita com 1930 crianças mostrou que as que têm uma rotina para dormir tem melhores resultados ao desenvolver habilidades matemáticas e de linguagem.

6- Facilita lidar com imprevistos. Claro, isso se a sua rotina não for daquelas rígidas demais em que todos se perdem caso algo saia errado. Não há planejamento perfeito e pais precisam ter um plano B (ou C) e deixar os filhos tranquilos quando precisarem usá-los. “Isso desenvolve os conceitos de flexibilidade e de adaptação. Se você sabe como deveria ser, pode contornar as dificuldades e fazer as coisas de outro modo”, explica Blenda.

7- Rotina ensina as crianças o que é responsabilidade, pois há um esforço de todos, inclusive dela própria, para cumprir o estabelecido. Além disso, elas aprendem que há consequências quando alguém não faz sua parte. Todo grupo fica mais harmônico quando pode se organizar para os compromissos. “Se as pessoas sabem o que deve acontecer, em qual dia e como, ninguém ‘se perde’ dentro da própria família”, explica a psicóloga Rita Callegari, do Hospital São Camilo (SP).

8- Se organizar de verdade para ter uma rotina em casa pode ser uma ótima forma de justificar a compra daquele tão sonhado smartphone ou iPad. Com os montes de aplicativos e sistemas que eles têm para auxiliar na administração do dia a dia, seu investimento acabará se pagando pelo conforto que uma vida mais organizada trará para sua família.

9- Por último, mais legal e não menos importante, não tem nada tão gostoso quanto sair do ritmo cotidiano. Fazer algo inesperado, novo, fora do padrão é capaz de criar os melhores momentos da nossa vida e aqueles que adoramos lembrar e compartilhar com os outros. Mas para quebrar a rotina, primeiro é preciso ter uma, certo?

Fonte: Revista Crescer

Outras Novidades

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades.

www.xerebele.com.br

Av. Washington Soares, 4040
Loja 18 - Shopping Molina
(85) 3022.0602

Mauna Comunicação Interativa